Globalis Viagens e Eventos Corporativos com selo Clean&Safe

noticia-celo-clean-safe

A Globalis Viagens e Eventos Corporativos recebeu a certificação Clean&Safe, por parte do Turismo de Portugal. Este é um reconhecimento para as empresas do setor do Turismo que cumpram as recomendações da Direção-Geral da Saúde para evitar a contaminação dos espaços com o SARS-CoV-2 (novo coronavírus).

Continue reading

Covid-19: saiba como continuar a viajar em segurança

Se pretende continuar a viajar, a Globalis aconselha-o a apoiar-se numa agência de viagem para que esta o possa ajudar a superar qualquer adversidade que possa surgir.

As preocupações levantadas pela propagação do Covid-19 – novo coronavírus, na sua linguagem mais corrente –, afetam, inevitavelmente, as viagens globais e todos os que nelas estão envolvidos; os cancelamentos de viagens corporativas ou mesmo feiras internacionais são um bom exemplo disso. No entanto, é importante estabelecer de que se trata de uma situação temporária e que a maior parte do mundo ainda é bastante segura e está aberta aos viajantes, e os planos dos mesmos podem e devem seguir em frente – se não para já, daqui a poucos meses. Assim, a Globalis, agência de viagens e eventos corporativos, apela a que os portugueses que decidam viajar o façam com segurança.

Ao viajar com uma agência de viagens, tem nesse parceiro um interlocutor que o ajudará a resolver qualquer problema que possa surgir, uma vez que oferece alternativas para adiamentos e alterações e ajuda a garantir o conforto e a segurança em ocasiões extraordinárias. No caso da Globalis, existe uma garantia de apoio 24h com um profissional dedicado, essencial nestes momentos. Além disso, outra das vantagens que as agências trazem nestas circunstâncias é o apoio na negociação com os fornecedores de forma a obter o reembolso da sua viagem, caso de facto não a consiga realizar.

No entanto, e uma vez que existem inúmeros países a salvo do Covid-19, pondere marcar a sua viagem para destinos alternativos e apoie-se na sua agência para:

  1. Tentar perceber a veracidade e qualidade da informação que o rodeia – nestes casos existe uma tendência natural para exagerar a verdade, pelo que opte por entender qual o verdadeiro status da situação.
  2. Ter um plano delineado com os sítios que deseja visitar.
  3. Saber os contactos de emergência do país que vai visitar, bem como as moradas das embaixadas ou consulados.
  4. Optar por um bom seguro de viagem – ninguém melhor que a agência para o informar das limitações para viagens em situações destas e para tratar da melhor opção de seguro.
  5. Agendar a consulta do viajante, de preferência para 4 a 6 semanas antes de viajar.

Globalis oferece cheque viagem a Martim Carrasco

O vencedor na categoria New Generation do campeonato de surf Capítulo Perfeito recebeu da Globalis Viagens um vale de 500 euros

A Globalis, agência de viagens e eventos corporativos, atribuiu a Martim Carrasco um cheque viagem no valor de 500 euros pela sua vitória na categoria New Generation do capítulo de surf Capítulo Perfeito. Parceira deste importante evento desportivo, a Globalis premeia o mérito e dedicação dos novos atletas com um valor em viagens, numa modalidade que obriga a inúmeras deslocações nacionais e internacionais.

O havaiano foi o último surfista a entrar na lista oficial de participantes, tendo substituído à última hora o lesionado e vencedor da edição anterior William Aliotti. Ao conquistar os tubos de Carcavelos, Anthony Walsh passa a ser o quarto substituto a vencer o campeonato, conquistando o pódio ao português Nic Von Rupp (vencedor de duas edições do Capítulo Perfeito) e ao basco Aritz Aranburu. O surfista mostrou-se muito satisfeito pela vitória, ainda por cima inesperada. “É uma sensação incrível: viajei 30 horas, cheguei na véspera do evento, surfei um dia e ganhei o campeonato.” Com esta alteração de última da hora, a organização do Capítulo Perfeito e a Globalis Viagens e Eventos Corporativos proporcionaram mais um momento único na carreira deste surfista.

O campeonato Capítulo Perfeito decorre anualmente no melhor dia de ondas do inverno português, podendo acontecer com um aviso prévio de 72 horas. Esta edição da prova contou com um período de espera que se prolongou desde o passado dia 17 de novembro de 2019 e teve agora lugar na Praia de Carcavelos, em Cascais.

Este prazo de 72 horas para colocar os participantes na prova acarreta uma responsabilidade ainda maior para a Globalis, parceira do evento. Não só representa um Service Level Agreement à medida do evento habitual, como também exige uma adaptação e disponibilidade total (24 horas). Sendo o compromisso de qualidade apanágio da Globalis, a garantia do cumprimento dos SLA em prol da satisfação do serviço prestado.

É aqui que entra em ação o Programa Evidência da Globalis Viagens, que permite garantir a melhor oferta na marcação de viagens corporativas disponibilizando as melhores opções no melhor tempo de resposta possível. Este programa tem ainda outra grande vantagem: a significativa redução dos custos, permitindo optimizar recursos e um maior controlo e informação sobre as viagens marcadas.

O serviço disponível 24 horas é outro ponto incontornável: A Globalis dará todo o suporte em qualquer momento para ajudar na resolução de imprevistos que possam ocorrer, este serviço é uma segurança extra imprescindível.

O campeonato Capítulo Perfeito privilegia aquela que é a manobra-rainha do surf: os tubos. Os dezasseis surfistas em prova são escolhidos pelo publico através de votação online, sendo estes os melhores em condições tubulares nacionais e internacionais. Esta comissão é composta por pessoas que são do surf e que vivem o surf, sendo quem melhor pode indicar os surfistas mais adequados ao tipo de campeonato tendo em conta o seu histórico de desempenho em ondas tubulares.

Já na sua sétima edição, o campeonato Capítulo Perfeito 2019-20 recebeu mais de 43 mil votos de 92 países dos cinco continentes, o que espelha a adesão que o Capítulo Perfeito tem na comunidade do surf em Portugal e a nível mundial. Esta prova reúne habitualmente um cartaz de grandes nomes nacionais e internacionais, o que ajuda a garantir o espetáculo.

Preparada para dar resposta a qualquer tipo de pedido com a melhor solução em termos de economia, flexibilidade e atendimento dedicado, a Globalis faz também questão de apoiar a sociedade através de ações como o patrocínio desde evento desportivo de uma modalidade cada vez mais procurada pelos mais jovens, e que irá agora permitir que Martim Carrasco vencedor da prova New Generation desenvolva ainda mais o seu surf com o cheque viagem ganho com todo o mérito.

SLA: na diferenciação da Globalis está o ganho do cliente

A Globalis oferece a possibilidade de personalizar o nível de serviço, fazendo da Travel Management Company o parceiro certo para viagens de negócios e eventos corporativos.

Garantir a qualidade do serviço oferecido aos clientes nas suas viagens de negócios e eventos faz parte do ADN da Globalis. Nesse sentido, o cumprimento escrupuloso dos Service Level Agreement (SLA) é um aspeto crucial ao qual a Globalis dedica uma forte atenção, constituindo um argumento diferenciador pela capacidade de exclusividade que a empresa pode dedicar a cada cliente em particular.

Este forte argumento comercial da Globalis traduz-se num leque abrangente de vários indicadores SLA’s que se podem conjugar numa só oferta personalizada, à medida de cada caso, e que pode cobrir áreas previstas não só pelo SLA padrão mas também por opções que o cliente pretenda usar de acordo com necessidades específicas. Regularmente são analisados os KPI’s e havendo necessidade reajustados com o objetivo de melhorar o serviço oferecido pela Globalis aos seus clientes.

Um excelente exemplo é o facto de a Globalis atribuir um gestor comercial dedicado ao cliente para qualquer questão que este precise colocar, ou de uma eventual emergência que precise ultrapassar: oito em cada dez chamadas são atendidas em menos de 25 segundos durante o período de atendimento normal, que se estende de segunda a sexta feira entre as 8h30 e as 19h30.; se o contacto com a Globalis tiver de ser feito “fora de horas”, sete em cada 10 chamadas realizadas após o horário da agência são atendidas no espaço de um minuto. Caso o canal usado seja o e-mail, a mensagem será respondida dentro do tempo estabelecido previamente.

A Globalis compromete-se também a encontrar sempre as melhores ofertas e alternativas. – e um excelente exemplo disso mesmo são as diferentes alternativas propostas em cada viagem. O Programa Evidência da Globalis regista a informação pedida e garante múltiplas alternativas de viagem ao cliente através da informação da politica de viagens e tendências recolhidas sobre o mesmo, propondo alternativas de acordo com o pedido realizado e o SLA (hora e dia exatos da viagem), alternativa inteligente (melhor compromisso preço/voo) e alternativa mais barata (preço mais económico), dando assim  possibilidade de escolha entre as várias opções aos seus clientes.

E para que que haja total certeza de que tudo será realizado tal como previsto e sem sobressaltos durante a viagem ou evento corporativo do cliente, todas das reservas são alvo do controlo de qualidade, promovendo a Globalis periodicamente um inquérito de satisfação para um controlo de qualidade extra. Profissionalismo, eficácia, disponibilidade, simpatia e capacidade de gestão e resposta – mesmo quando os prazos são mais apertados – são características que, reunidas, resumem o que a Globalis oferece aos seus clientes – que fazem naturalmente parte do seu ADN.

Globalis entre as 100 melhores empresas para trabalhar

A empresa conquistou o primeiro lugar no setor de Atividade de Agências de Viagens e o segundo no de Atividades Administrativas e Serviços de Apoio.

A Globalis, agência de viagens e eventos corporativos, foi distinguida enquanto uma das 100 Melhores Empresas para Trabalhar, iniciativa levada a cabo pela EXAME, em parceria com a everis e a AESE – Business School.

Com 19 colaboradores e sediada em Lisboa, este é o primeiro ano que a Globalis participa nesta iniciativa sendo distinguida com um lugar no ranking, conseguindo arrecadar o primeiro lugar no setor de Atividade de Agências de Viagens. Fátima Silva, CEO, reconhece que esta é uma distinção que se deve ao contínuo “trabalho de equipa e constante investimento para garantir que os colaboradores estão satisfeitos”, acrescentando ainda: “Trabalhamos diariamente para criar um local de trabalho saudável, acolhedor, para que os nossos colaboradores gostem de estar connosco e se sintam em casa, acima de tudo que encontrem o equilíbrio entre a vida pessoal e a vida profissional, e é isso que planeamos continuar a fazer”.

Sempre atenta às necessidades dos colaboradores, a Globalis envolve, sempre que possível, também a família dos mesmos em momentos lúdicos fora-trabalho, em eventos não só de team building, mas também, acima de tudo, de descontração com colegas e familiares. Exemplo disto foi o passado Globalis Tennis Workshop, realizado em maio, que contou não só com a participação dos colaboradores, mas também de clientes e parceiros.

A EXAME atribui esta distinção às melhores empresas para trabalhar no País desde 2000. A iniciativa dirige-se a todas as empresas do setor privado e empresarial do Estado, com 10 ou mais colaboradores e volume de negócios superior a €2 milhões, e a escolha dos vencedores recai em diversos fatores: questionários endereçados a todos os colaboradores da empresa candidata, informação sobre as práticas de gestão da firma e entrevistas com gestores de topo e colaboradores.

Este ano o ranking contou com empresas de 11 setores, envolvendo um total de 28 mil colaboradores.